Please wait while JT SlideShow is loading images...
Rota das Catedrais
 

Faixa publicitária
Música nas Catedrais 2019

Direcção-Geral...

Exposição “Na Rota das Catedrais - Construções (d)e Identidades” premiada pela (APOM)

A exposição “Na Rota das Catedrais – Construções (d)e Identidades”, apresentada de 28 de Junho a 30 de Setembro de 2018 no Palácio Nacio...

Évora: Santa Teresa cantada em fado

Por iniciativa do respectivo Cabido, terá lugar na Sé de Évora, no próximo dia 19 de Maio, um concerto pelo cantor...

Santarém: Quadros Vivos de Caravaggio pela Companhia Ludovica Rambelli

No próximo Sábado, dia 13 de Abril, pelas 21h30, a Catedral de Santarém vai receber, com entrada livre, o espectác...

Santarém: Concerto pelo Gloria Boys Choir – Japão

A Catedral de Santarém acolhe, no próximo dia 1 de Abril, pelas 19h00, um concerto com entrada livre pelo “Gloria...

Bragança: «Visita Singular» nas duas Sés

Prosseguindo o programa Rota das Catedrais a Norte - Ciclo de visitas orientadas, realizam-se em Bragança mais duas...

 
Destaques Porto: exposição «Imagens que se Movem»
 
Porto: exposição «Imagens que se Movem»

Vai ser inaugurada na Sé do Porto, no próximo dia 12 de Dezembro, pelas 18h00, a exposição «Imagens que se movem» (Moving images).

Uma nota enviada à Agência ECCLESIA informa que esta iniciativa é promovida pelo Cabido Portucalense, pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, pela Direcção Regional de Cultura do Norte e pelo Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura, Espaço e Memória.

«Os espaços sacros são realidades vivas em constante mutação. A catedral impõe-se pela sua presença visual e simbólica, constituindo um elemento definidor da envolvente ao longo da história, marcando o desenvolvimento e crescimento da urbe», lê-se no evento criado pela Sé do Porto na rede social Facebook.

Neste contexto, explicam que a exposição ‘Imagens que se movem’ destina-se a apresentar percursos visuais, materiais inéditos e novas leituras «tendo em conta a influência do culto dos santos na definição da paisagem urbana e seus limites, bem como na marcação do ritmo do tempo pautada pelos dias das festas dos santos».