Please wait while JT SlideShow is loading images...
Rota das Catedrais
 

Faixa publicitária
Música nas Catedrais 2019

Direcção-Geral...

Évora: Santa Teresa cantada em fado

Por iniciativa do respectivo Cabido, terá lugar na Sé de Évora, no próximo dia 19 de Maio, um concerto pelo cantor...

Santarém: Quadros Vivos de Caravaggio pela Companhia Ludovica Rambelli

No próximo Sábado, dia 13 de Abril, pelas 21h30, a Catedral de Santarém vai receber, com entrada livre, o espectác...

Santarém: Concerto pelo Gloria Boys Choir – Japão

A Catedral de Santarém acolhe, no próximo dia 1 de Abril, pelas 19h00, um concerto com entrada livre pelo “Gloria...

Bragança: «Visita Singular» nas duas Sés

Prosseguindo o programa Rota das Catedrais a Norte - Ciclo de visitas orientadas, realizam-se em Bragança mais duas...

Viana do Castelo: Inauguração do Núcleo Expositivo e de Acolhimento da Sé

Será inaugurado no próximo dia 1 de Março, pelas 15h00, o núcleo expositivo e de acolhimento da Sé de Viana do Ca...

 
Destaques Viana: intervenções de restauro a decorrer
 
Viana: intervenções de restauro a decorrer

Está em curso um conjunto de intervenções no património da Catedral de Viana do Castelo, a cargo da empresa Samthiago e com acompanhamento técnico da Direcção Regional de Cultura do Norte.

Os trabalhos incluem a recuperação de pintura mural e escultura no baptistério e de património azulejar noutros espaços da igreja, bem como a conservação e restauro do órgão positivo do coro alto. As obras, adjudicadas pela Fábrica da Igreja Paroquial, têm um prazo de execução de 270 dias.

Catedral desde a criação da Diocese, em 1977, e classificada como Monumento de Interesse Público, a construção do edifício remonta à primeira metade do século XV.

 

Fonte e imagens: Atelier SAMTHIAGO

Está em curso um conjunto de intervenções no património da Catedral de Viana do Castelo, a cargo da empresa Samthiago e com acompanhamento técnico da Direcção Regional de Cultura do Norte.

Os trabalhos incluem a recuperação de pintura mural e escultura no baptistério e de património azulejar noutros espaços da igreja, bem como a conservação e restauro do órgão positivo do coro alto.
As obras, adjudicadas pela Fábrica da Igreja Paroquial, têm um prazo de execução de 270 dias.
Catedral desde a criação da Diocese, em 1977, e classificada como Monumento de Interesse Público, a construção do edifício remonta à primeira metade do século XV.