Please wait while JT SlideShow is loading images...
Rota das Catedrais
 

Faixa publicitária
Miranda: Obras para Novo Centro de Acolhimento

A Direcção Regional de Cultura do Norte anunciou que terá início em Setembro a empreitada para a instalação da e...

Viseu: «Tesouro da Catedral em Festa»

Assinalando o primeiro aniversário da reabertura do percurso museológico do Teso...

Vila Real: Concerto do Órgão Sinfónico

No âmbito da programação permanente do Órgão Sinf...

Aveiro: 4.º Aniversário do Órgão da Sé

Assinalando o 4.º aniversário do órgão de tubos da Sé de Aveiro/ Igreja Matriz de Nossa Senhora da Glória, decor...

Porto: Lançamento do livro "Um poder entre poderes"

Decorrerá, no próximo dia 12 de Junho, no Porto, o lançamento do livro Um poder entre poderes: nos 900 anos da...

Elvas: Catedral abre Ciclo de Conferências

«O subsistema hidráulico superior presente na Catedral de Elvas» será o tema abordado por Ana Patrícia Alho, no p...

 
Destaques Viana: Sé acolhe Túmulo do seu Primeiro Bispo
 
Viana: Sé acolhe Túmulo do seu Primeiro Bispo

A Diocese de Viana do Castelo vai promover no próximo Domingo, dia 7 de Janeiro, a transladação para a Sé dos restos mortais de D. Júlio Tavares Rebimbas, o seu primeiro bispo, numa iniciativa inserida no 40.º aniversário de criação da diocese no Alto Minho.

 

«Em união com outras Igrejas diocesanas do nosso país e da Galiza, representadas pelos seus bispos, agradeceremos ao Senhor o primeiro pastor que nos deu», refere D. Anacleto Oliveira, bispo de Viana, na sua mensagem de Natal.

 

D. Júlio Tavares Rebimbas foi escolhido pelo Papa Paulo VI para ser o primeiro bispo de Viana do Castelo, diocese criada a 3 de Novembro de 1977; a 12 de Fevereiro de 1982 foi nomeado Bispo do Porto, tendo falecido na Casa de Saúde da Boavista (Porto), no dia 6 de Dezembro de 2010.

Em comunicado, o Secretariado Diocesano de Comunicação Social de Viana do Castelo informa que os restos mortais de D. Júlio Tavares Rebimbas vão ficar num sarcófago em mármore branco com nome, datas e as suas armas episcopais «a cores, esculpidas no mármore».

«Integrando e desafiando, com o seu lema episcopal “In Verbo Tuo”», realça o vigário-geral em nota enviada aos diocesanos onde agradece a quantos tornaram possível a transladação, «por graça de Deus, dos senhores bispos do Porto e de Aveiro, da benignidade dos seus familiares e da adesão total» do actual bispo diocesano, D. Anacleto Oliveira.

O sarcófago vai fica numa base de ferro lacado a preto, exposto ao público na Sé. A cerimónia, que decorrerá no dia da Solenidade da Epifania do Senhor, é um dos eventos com que a diocese está a celebrar o 40.º aniversário da sua criação, desde 3 de Novembro de 2017 e até 2020.

 

Fonte: Agência Ecclesia