Please wait while JT SlideShow is loading images...
Rota das Catedrais
 

Faixa publicitária
 
Rota das Catedrais >
Apresentação
 
Apresentação

As Catedrais de Portugal constituem um tecido essencial de memória e de identidade, profundamente caracterizador do território e das suas gentes, de Norte a Sul do País, do Litoral ao Interior, passando pelas Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores. Vicissitudes várias, mais ou menos consciencializadas, impediram até ao presente que este património, relevante em toda a comunidade nacional, reconhecidamente singular, fosse considerado como um todo coerente, potenciando-se desse modo não apenas a desigualdade de tratamento, de monumento para monumento, como também intervenções quantas vezes casuísticas ou deficitárias, tudo no âmbito de um mesmo conjunto patrimonial.

Coincidindo na afirmação do inestimável valor religioso, histórico, artístico, cultural, simbólico e patrimonial das Catedrais portuguesas, o Ministério da Cultura e a Conferência Episcopal Portuguesa assinaram, no passado dia 30 de Junho de 2009, um acordo de cooperação tendo em vista a implementação do projecto ROTA DAS CATEDRAIS.

Projecto que procura devolver a estes monumentos uma atenção global e corresponsabilizante, assume-se como dinamizador de uma actuação concertada e contratualizada, planeada, criteriosa e exigente, não apenas para acudir a situações de mais evidente degradação, mas sobretudo para alcançar a capacitação dos monumentos, através de uma qualificada intervenção de recuperação e conservação de valores patrimoniais inestimáveis.

Tendo em vista a implementação de uma oferta cultural de excelência, a partir dos bens patrimoniais e em aliança com uma cuidada programação cultural, capaz de devolver os monumentos à comunidade e assim de a envolver na protecção e valorização das Catedrais, o projecto visa ainda, através da corresponsabilização de todos os actores intervenientes, promover a estima colectiva e o cuidado partilhado face a um património profundamente identitário, plural e multifacetado, memória viva de um povo.

A recuperação e valorização das Catedrais pressupõe o firme propósito das instituições envolvidas de partilhar os patrimónios assim requalificados com a comunidade, no seu mais amplo sentido, seja através de serviços de visita e de ofertas culturais de excelência, por via de espaços musealizados ou outras valências, como arquivos e bibliotecas, ou através de uma programação cultural exigente que contribua de forma decidida para a sua valorização.

Ao projecto ROTA DAS CATEDRAIS estão associados os monumentos afectos ao culto católico com o estatuto canónico de Catedral, ou de Concatedral, bem como as antigas Sé de Elvas, Sé Velha de Coimbra e Sé de Silves.

 

Ver catedrais

 



A adesão ao projecto materializa-se através de protocolo específico, celebrado entre cada instituição catedralícia e o Ministério da Cultura. Os protocolos estabelecem, entre outros elementos:

  • Prazo de vigência;
  • Direitos e obrigações dos signatários
  • Acções de requalificação das Catedrais;
  • Intervenções de carácter infra-estrutural;
  • Recuperação do património móvel e integrado;
  • Projectos de núcleos musealizados ou a musealizar;
  • Calendarização das intervenções.

Além das acções referidas, ao nível da reabilitação, conservação e restauro, encontram-se em curso outras intervenções, visando uma adequada fruição dos monumentos, tanto na sua especificidade, como num entendimento em rede, aglutinador do conjunto de Catedrais envolvidas. Têm por objectivo:

  • A valorização dos monumentos;
  • A requalificação dos espaços;
  • A qualificação do material informativo;
  • O melhoramento dos serviços de visita;
  • A adequação das condições de acolhimento e acessibilidades;
  • A descoberta dos monumentos em rede;
  • A projecção internacional da iniciativa.