Please wait while JT SlideShow is loading images...
Rota das Catedrais
 

Banner
Música nas Catedrais 2019

There are no translations available.

Exposição “Na Rota das Catedrais - Construções (d)e Identidades” premiada pela (APOM)

There are no translations available.

A exposição “Na Rota das Catedrais – Construções (d)e Identidades...

Évora: Santa Teresa cantada em fado

There are no translations available.

Por iniciativa do respectivo Cabido, terá l...

Santarém: Quadros Vivos de Caravaggio pela Companhia Ludovica Rambelli

There are no translations available.

No próximo Sábado, dia 13 de Abril, pelas...

Santarém: Concerto pelo Gloria Boys Choir – Japão

There are no translations available.

A Catedral de Santarém acolhe, no próximo...

Bragança: «Visita Singular» nas duas Sés

There are no translations available.

Prosseguindo o programa Rota das Catedrais...

 
Destaques Silves: exposição «Na Candeia dos Santos»
 
Silves: exposição «Na Candeia dos Santos»
There are no translations available.

A paróquia de Silves tem patente, no espaço da Catedral, até ao início do próximo Verão a exposição de arte sacra «Na Candeia dos Santos», que integra as peças que foram alvo da intervenção feita no final de 2012, ao abrigo de um protocolo estabelecido com o Instituto Politécnico de Tomar (IPT) por iniciativa de uma aluna silvense daquela instituição.

O restauro, realizado no Laboratório de Pintura e Escultura do IPT por Ana Lídia Mascarenhas, visou recuperar cinco peças em madeira policromada das mais significativas do espólio daquela catedral algarvia que estavam na casa paroquial. As imagens de São Sebastião, de São Vicente, de São Francisco de Assis, de Nossa Senhora do Ó e de Deus-Pai, embora bastante danificadas, são de um enorme valor patrimonial. A de São Sebastião, a mais antiga da Sé de Silves, data do século XIV.

“A imagem de Deus-Pai encimava o altar do Santíssimo Sacramento, cuja madeira foi toda retirada na década de 40 [do século XX] e vendida. Sabemos que parte da capela do Santíssimo está na igreja da Misericórdia de Beja”, lamentou o pároco de Silves ao jornal diocesano Folha do Domingo, explicando que, do retábulo, restou apenas aquela imagem.

O padre Carlos de Aquino, que destaca ainda a imagem de Nossa Senhora do Ó como “uma das mais antigas”, explica o sentido da exposição. “Por causa do lema da diocese para este ano pastoral – «Chamados à Santidade» –, pareceu-nos bem, na redescoberta também da santidade, intitular esta exposição «Na Candeia dos Santos»”, afirmou o sacerdote, explicando que a intenção foi dar a conhecer o património de acordo com uma “leitura mais espiritual”.

 

Notícia e foto: Folha do Domingo